segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

Bolo de Noz e Creme de Baunilha

Nem acredito que Agosto está quase a chegar ao fim... Simplesmente não me apetece nada voltar à velha rotina, mas tem que ser!

A preguiça tem-se apoderado de mim e apesar de ter algumas receitas já fotografadas, a inspiração para a escrita não tem sido muita (para não dizer mesmo nenhuma …).


Uma das receitas que tem esperado pela inspiração, foi este bolo. A primeira vez que o fiz foi no inicio do mês e entretanto já o fiz novamente, porque encantou cá em casa. Gostei muito desta receita, achei-a diferente das receitas que tenho feito ultimamente.

Apesar de ser um bolo pequeno, não deixa de ser delicioso…O bolo de noz rico em textura, recheado com um suave creme de baunilha. Muito agradável mesmo.

O creme de baunilha pode ser facilmente utilizado em outras receitas e calculo que a noz pode ser substituída por amêndoa e ficar igualmente delicioso.

Obrigada por todos os comentários que foram deixados. Hoje vou tentar responder a todos os emails que recebi, peço desculpa pela demora na resposta. Mais uma vez muito obrigada. :-)


Bolo de Noz e Creme de Baunilha
Receita adaptada do livro Indulgence Petits Fours
Ingredientes:
70g de manteiga (à temperatura ambiente)
150g de açúcar
3 gemas
2 colheres de sopa de whisky (opcional)
90g nozes
130g de farinha
1 colher de chá de fermento
5 claras
1 pitadinha de sal

Creme de Baunilha:

150ml de leite
30g de açúcar
1 colher de sopa de maisena (amido de milho)
1 gema
1 colher de chá de açúcar baunilhado
100ml de natas*
1 colher de sumo de limão
2 colheres de sopa de nozes trituradas grosseiramente

Preparação:
Pre-aquecer o forno a 190º C. Forrar um tabuleiro de 25 por 30 cm, com papel vegetal untado com manteiga.

Triturar grosseiramente as nozes.

Peneirar a farinha e o fermento.

Com a batedeira, bater a manteiga e o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Juntar as gemas uma a uma, batendo bem entre as adições. Adicionar o whisky e misturar.
Colocar a batedeira na velocidade lenta, juntar as nozes e a farinha com o fermento. Misturar bem.

Juntar às claras o sal e batê-las em castelo. Juntar uma colherada generosa de claras à massa e misturar bem. Posteriormente, envolver suavemente as restantes claras.

Colocar a massa na forma previamente preparada. Levar ao forno até estar cozido (teste do palito no centro do bolo), se necessário durante a cozedura tapar com uma folha e alumínio.

Retirar do forno e deixar arrefecer na forma por 5 minutos antes de desenformar. Desenformar e com cuidado retirar o papel vegetal.

Aparar o bolo à volta (cortar menos de 1 cm de cada lado). Cortar o bolo em 3 rectângulos iguais cerca de 9,5 x 23 cm. É importante que fiquem com largura idêntica, porque vão ser sobrepostos. Deixar arrefecer completamente.

Creme :
Levar ao lume 100ml de leite com metade do açúcar, até ficar quente.

Combinar o restante açúcar, o açúcar baunilhado, a maisena e a gema. Aos poucos juntar o restante leite e misturar bem. Gradualmente (e mexendo sempre com uma vara de arames), juntar a mistura da gema ao leite quente. Levar novamente ao lume até obter um creme espesso (lume brando e mexendo sempre).

Transferir para uma taça e deixar arrefecer por 10 minutos. Cobrir com película aderente (directamente sobre o creme) e levar ao frigorífico até ficar bem frio.

Juntar as natas e o sumo de limão. Bater as natas bem firmes.

Retirar o creme do frigorífico e retirar a película aderente. Bater o creme com a batedeira até ficar uniforme e aveludado. Cuidadosamente envolver as natas batidas no creme. Levar novamente ao frigorífico, durante pelo menos 1 hora.

Colocar uma camada de bolo no prato de servir, espalhar um pouco de creme por cima, repetir o processo com as duas camadas de bolo e com o restante creme**. Polvilhar generosamente com noz e levar ao frigorífico (durante 2 horas antes de servir)

* Para bater as natas bem firmes, colocar no congelador 20 minutos antes de utilizar.

** Apenas utilizei 2/3 do creme preparado. Coloquei creme entre as camadas do bolo e a finalizar em cima, no entanto, pode também colocar lateralmente.

terça-feira, 17 de Agosto de 2010

Bolo de Ananás

Quem não conhece a receita do velhinho Bolo de Ananás e Caramelo?! Eu conheço bem, lembro-me que a minha avó fazia esse bolo para os aniversários cá de casa… Sempre achei piada ao bolo, decorado com as rodelas de ananás e as cerejas em calda.

No outro dia, a falar com a minha avó, ela falou-me de alguns dos bolos que costumava fazer.

Receitas muito antigas, que a minha avó faz desde que a minha mãe era pequena: o velhinho Bolo de Água, o Bolo de Ananás e o Bolo de Vinagre com bicarbonato de sódio (receita que se perdeu e nunca mais conseguimos reproduzir… alguém conhece?).


Gosto de ouvir as suas "aventuras" na cozinha, já me deve ter contado as mesmas histórias umas quantas vezes, mas mesmo assim ainda acho piada… Ela e a vizinha que não sabia cozinhar… simplesmente deliciosas. Outros tempos…

Este bolo não é o velhinho bolo de ananás com caramelo que a minha avó fazia, é uma versão “modernizada”, a minha versão :-)

Para este bolo não fiz o tradicional caramelo, apenas coloquei açúcar, manteiga e o ananás no fundo da forma e por cima coloquei a massa do bolo. Com o calor do forno, o açúcar e a manteiga derretem ficando caramelizados (o sabor fica menos marcado, assim como a cor). Para além disso, utilizei ananás fresco e adicionei um pouco de rum à massa do bolo…

Este bolo foi feito para a minha avó poder matar saudades dos velhos tempos. Na minha opinião fica menos enjoativo do que o “original”, um bolo húmido e muito agradável.


Eu continuo de férias com a minha família, a mesma rotina de sempre: Almoços ruidosos, piscina, passeios à noite, conversas no vão da escada e muitas gargalhadas.

Queria agradecer (mais uma vez!) os comentários que foram deixados no Bolo Fresco de Coco, devo dizer que fiquei surpreendida com a quantidade de pessoas que já fizeram o bolinho. :-)

Bolo de Ananás

Ingredientes:

270g de ananás fresco (sem casca e cortado em fatias de fininhas)
50g de manteiga
100g de açúcar amarelo

Bolo:
80g de manteiga
220g de açúcar
4 ovos médios
260g de farinha
1 colher de chá de fermento
250ml de buttermilk*
2 colheres de sopa de rum

Preparação:
Pre-aquecer o forno a 180º.

Forrar um tabuleiro de 27x17 cm, com papel vegetal untado com manteiga. Cortar a manteiga em bocadinhos pequeninos e dispor por cima do papel vegetal, polvilhar com o açúcar amarelo. Dispor as fatias do ananás sobre o açúcar.

Bolo:
Peneirar a farinha com o fermento.

Juntar o rum ao buttermilk.

Com a batedeira, bater a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Juntar os ovos um a um, batendo muito bem entre as adições. Alternadamente juntar a mistura da farinha e o buttermilk à massa. Bater até ficar tudo bem misturado.

Deitar a massa por cima das fatias de ananás e levar ao forno até ficar cozido (teste do palito no centro do bolo) Se necessário durante o tempo da cozedura tapar o bolo com uma folha de alumínio, para não queimar.

Retirar do forno e deixar arrefecer por 5 minutos antes de desenformar (ainda deve estar quente quando o desenformar). Inverter o bolo para o prato de servir, com cuidado retirar o papel vegetal.

Servir morno ou frio.

*Para fazer o buttermilk, utilizei 250ml de leite e 1+1/2 colher de sopa de sumo de limão. Misturar bem o leite com o sumo de limão, deixar repousar à temperatura ambiente por 15 minutos, até talhar.


segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Bolo Fresco de Coco

Aqui em casa, há determinadas receitas que são repetidas imensas vezes e agradam sempre. Esta é uma delas, depois de colocar aqui a receita, certamente já a voltei a fazer algumas dezenas de vezes…

Muitas das vezes a pedido da família, a minha maninha gosta tanto destes quadradinhos de bolo que os baptizou carinhosamente de “coquinhos”. Outras vezes para lanches e almoços com amigos.


Regra geral, é um bolo que é apreciado por todos e até mesmo os que dizem não gostar muito de coco, acabam por ficar rendidos a estes quadradinhos …


Sei que é a segunda receita de coco seguida, as minhas desculpas a quem não aprecia, prometo que a próxima não será!

Depois de fazer esta receita duas vezes na semana passada (a pedido de uma pequena e de uma mãe gulosa…) resolvi fotografa-la novamente e falar um pouco sobre ela.


É um bolo ideal para os dias quentes de Verão, uma vez que é bastante fresquinho.

Os quadrados de bolo são mergulhados numa calda e posteriormente rebolados em coco…Leva-se ao frigorífico por duas horas para refrescar…

Depois é comer um quadradinho, ou dois … ou três … :-)


quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

Tartelettes Merengadas de Coco

Continuo de férias…É bom estar em casa com a minha família, é bom estar relaxada e ter tempo para as coisas o que gosto de fazer… Cozinhar, ler, nadar, fotografar, andar a pé … Coisas simples mas que me deixam feliz :-)

Ontem não esteve tanto calor, por isso atrevi-me a ligar o forno. Há vários dias, que tinha uma receita pensada: tartelettes merengadas de coco…


Cá em casa, toda a gente gosta muito de coco, por isso são sempre bem recebidas as receitas que levam este ingrediente.

Estas tartelettes têm coco em dose dupla: na base e no seu recheio … São frescas e muito deliciosas. Devo dizer que superaram todas as minhas expectativas. É muito difícil resistir a estas tartes em miniatura! :-)


Gosto muito de fazer tartelettes, acho que ficam bastante mais bonitas e apetitosas do que as tartes, no entanto, dão um pouco mais de trabalho.

Para a preparação desta receita, utilizei forminhas descartáveis de alumínio (com 45 ml de capacidade, que comprei no Pingo Doce). Como são bastante maleáveis, torna-se mais fácil desenformar.

Esta receita também pode ser preparada, numa tarteira de 25 cm de diâmetro e com fundo amovível. Neste caso torna-se necessário untar a forma com manteiga, antes de colocar a massa.


Tartelettes Merengadas de Coco
(Para 12 tartelettes)

Ingredientes:
Base:
100g de farinha
50g de coco ralado
1 ovo
2 colheres de sopa de açúcar
15g de manteiga

Recheio:
3 gemas
25g de maisena (amido de milho)
1 colher de chá de açúcar baunilhado
40g de coco ralado
150g de açúcar
500ml de leite

Merengue:
3 claras
1 pitadinha de sal
1 colher de chá de maisena
70g de açúcar

Preparação:
Base:

Amassar todos os ingredientes da massa até obter uma massa homogénea, que não se prende aos dedos (se necessário juntar mais um pouco de farinha). Levar ao frigorífico durante 20 minutos.

Pre-aquecer o forno a 180º.

Numa superfície enfarinhada, estender a massa com a ajuda de um rolo. Forrar as forminhas com a massa. Com um garfo vincar levemente o bordo da massa.

Por cima da massa, colocar papel vegetal e encher com feijão seco.

Colocar as forminhas anteriormente preparadas, num tabuleiro de alumínio e levar ao forno até a massa ficar cozida (quando começarem a ganhar cor).

Retirar do forno, descartar o feijão e o papel vegetal.

Com cuidado, soltar a base das tartelettes das forminhas de alumínio. Manter as bases das tartelettes nas formas de alumínio.

Recheio:
Num tachinho, juntar a maisena com o açúcar, o açúcar baunilhado e as gemas e misturar bem com uma vara de arames. Aos poucos juntar o leite e misturar até a ficar tudo bem dissolvido.

Levar ao lume (mexendo frequentemente). Quando o creme começar a engrossar, juntar o coco ralado e misturar bem. Deixar ferver durante 2 minutos até obter um creme espesso.

Encher as bases com o creme preparado.

Merengue:
Misturar o açúcar com a maisena, reservar.

Com a batedeira na velocidade máxima, bater as claras com o sal. Quando as claras começarem a formar picos suaves, juntar a mistura do açúcar e bater até formar picos bem firmes.

Colocar sobre cada tartelette um pouco de merengue e formar pequenos picos (pode utilizar um saco de pasteleiro para obter resultados mais bonitos).

Levar novamente ao forno até o merengue ganhar cor (cerca de 10 minutos).

Retirar do forno e deixar arrefecer.

Quando as tartelettes estiverem à temperatura ambiente, desenformar com cuidado e levar ao frigorífico até servir.